0 comments on “Buffalo’s Show Estreia nesta Sexta-Feira”

Buffalo’s Show Estreia nesta Sexta-Feira

Buffalo’s Show é o mais novo espetáculo da Folgazões, uma tragicomédia com toques de brasilidade que apresenta o lendário caçador de búfalos e criador dos shows de Velho Oeste, Buffalo Bill, envelhecido e esquecido em sua casa, até que a visita de um antigo conhecido permite o ressurgimento desse grande mito envolvido numa grande conspiração.

O espetáculo dialoga com o momento atual do país, inserindo discussões pertinentes em meio ao clima de Velho Oeste. Tudo isso com uma pegada crítica e, ao mesmo tempo, cômica. Ou seja, com a marca registrada da Folgazões.


Serviço:
Buffalo’s Show
Texto: Duílio Kuster Cid
Direção: Nieve Mattos
Elenco: Leonardo Magalhães – Buffalo Bill
Duílio Kuster – Basil Zaharoff
Lorena Lima – Cabocla
Gênero: Tragicomédia/farsa
Classificação: Livre

Estreia
Dia 14 de junho, 20h – Teatro Folgazões – Gratuito (retirada 1h antes do espetáculo)

Temporada
Dias 16 e 20 de junho – 19h – Teatro Folgazões – Gratuito (retirada 1h antes do espetáculo)
Dia 22 – 19h – Teatro Sesc Glória – Ingressos na bilheteria (R$10/R$5)

Produção: Folgazões Companhia de Artes Cênicas
Apoio: Funcultura 2018 – Secretaria de Estado da Cultura – Governo do Espírito Santo

0 comments on “O último encontro antes da escolha do texto.”

O último encontro antes da escolha do texto.

Sábado (04/05/2019) foi dia de CENA ! O último encontro antes da escolha do texto que será montado. Foram duas aulas: Dramaturgia II e Interpretação, dando sequência ao trabalho que havia sido encaminhado na aula do dia 13/04/2019, que foram ministradas as aula de Cenografia, Figurino, Maquiagem II e Dramaturgia.

A ideia era dividir a turma em grupos e trabalhar simulando uma montagem teatral, uma cena curta de textos escolhidos pelos professores. Nas aulas do dia 13 foi idealizada a construção cenográfica e foi feita uma discussão de autores do Teatro Contemporâneo até o Séc.XX. E nesta aula, dando continuidade a essa atividade, foram selecionados dois textos para serem adaptados e encenados pelos alunos. Houve uma rápida orientação sobre alguns cuidados que devem ser tomados nessa adaptação e os alunos rapidamente escolheram fragmentos dessas dramaturgias para encenar.
As dramaturgias propostas foram: “A Cantora Careca”, de Eugéne Ionesco, texto clássico do Teatro do Absurdo e “Psicose 4:48”, de Sarah Kane, dramaturgia renomada do Teatro Pós-dramático.

Na aula de Interpretação, os grupos trabalharam com duas direções e procedimentos de interpretação diferentes, um sendo direcionado pelo professor Foca Magalhães (A Cantora Careca), o outro pelos prof. Marco Antônio Reis e pela Prof.ª Brenda Perim (Psicose 4:48). O trabalho iniciou com memorização do texto, seguindo para a experimentação dos elementos cênicos, para enfim, rapidamente desembocar na construção dos personagens.

O grupo “Cantora Careca”, trabalhou com a inversão de gênero, monotonia e robotização, aspectos interpretativos que reforçaram as características do Absurdo, causando certo estranhamento.
O grupo “Psicose 4:48” trabalhou com a androginia, por meio dos figurinos, e da interpretação masculina dada a um personagem feminino, e construções de partituras corporais como recurso de interpretação.
Em ambos os grupos houve pelo menos um ator ou atriz que trabalhou a relação com o objeto, utilizando do objeto para reforçar uma ideia interpretativa, como exemplo tivemos a Tatiana “varrendo o chão” de forma robótica em “ A Cantora Careca”.

Ao fim do encontro fizemos uma avaliação da aula. Falamos a respeito das dificuldades e facilidades de cada um, da importância e necessidade da direção, que consegue direcionar o desejo e ansiedade dos alunos e transformá-los em uma força criadora; da necessidade de escolher, e da violência da escolha para que o processo criativo prossiga. Também foi a primeira vez de muitos interpretando um personagem, realizando uma encenação concebida e ensaiada, se relacionando com o público e com o outro ator.

E por fim falamos sobre o que está por vir. No próximo encontro definiremos o texto a ser encenado e pensaremos toda a produção do trabalho.

0 comments on “E Nasce Uma Constelação”

E Nasce Uma Constelação

Exercício de mimese do Grupo criAtua

Os nossos alunos e alunas do EM CENA TEATRO – Oficina de Prática e Montagem estão em ritmo de ascensão. A cada encontro eles nos surpreendem com seu entusiasmo e dedicação. Nesse fim de semana eles escolheram o nome de sua trupe e já criaram a página no Instagram e um blog para registrar seus diários de bordo.

A CENA Escola de Atores – Teatro e Cinema tem a honra de apresentar o Grupo criAtua!

Abaixo uma palhinha do relato de Taty Marques sobre suas vivências na oficina:

Meu Primeiro Relato – Um Resumo dos Primeiros Encontros

O primeiro passo é sempre o mais difícil. No último encontro do grupo (13/04/2019) recebemos a tarefa de criar um Diário de Bordo. Minha primeira reação mental foi: “Ai, Meu Deus! Mais uma coisa para fazer!”. O problema não é o registro em si, mas o tempo que se tem que dedicar a ele. Pensei em fazê-lo por vídeo e percebi que essa é uma barreira que preciso quebrar ainda. Detesto me ver em vídeos! Não me sinto à vontade expondo minha figura. E você deve estar se perguntando o que que estou fazendo no teatro, então. Também já me perguntei isso várias vezes e a resposta é sempre a mesma: eu me sinto feliz nas aulas e eu quero superar minhas limitações. Dito isso e primeiro passo dado, como esta foi a sexta aula, vou resumir minhas impressões dos primeiros cinco encontros:

Primeiro encontro – 09/03/2019

Este foi o encontro com o objetivo de coesão e afinidade entre o grupo. Fizemos uma atividade em que tínhamos de conversar com um colega e depois, na roda, falaríamos dele para o resto do grupo sendo ele, ou seja, interpretando o colega. Foi nosso primeiro exercício de mimese embora ainda não soubéssemos o que a palavra significava. Meu parceiro foi o Alex, um jovem esbelto de 18 anos, muito falante e que gosta de gesticular. Adorei a atividade! Foi muito divertido tentar ser ele. E naquele momento já pude sentir o quanto é difícil dar vida a uma personagem de forma crível. Nas demais atividades, contamos histórias sem pé, nem cabeça; ressignificamos objetos do cotidiano e interpretamos cenas improvisadas. Tudo regado a muita dedicação e seriedade, embora as risadas fizessem coro a cada atividade.

Segundo encontro – 16/03/2019

Recebemos três novos integrantes no grupo: Mônica e Lucca – esposa e filho de Luiz; e Adriano. Trabalhamos o corpo. Foca, um dos nossos ilustres mestres, nos deu uma aula teórica de anatomia e depois partimos para a prática. Tocamos nosso próprio corpo para conhecê-lo melhor. Andamos pelo espaço atentos aos nossos movimentos, ao nosso caminhar, a nossa distribuição de peso, ao nosso equilíbrio. Lembro-me de ter visto muita semelhança entre esses ensinamentos e as práticas marciais orientais nas quais a presença é parte importante do processo. Temos de estar presentes de corpo e alma!

Para continuar lendo acesse o relato completo no blog da turma:
https://grupocriatua.blogspot.com


Quer fazer parte de um grupo seleto que sempre recebe as novidades da CENA em primeira mão? Fale com Molière, nosso Assistente Virtual
Inscreva-se: http://bit.ly/Moliere_Assistente_Virtual

0 comments on “CONVITE para Ensaio Aberto da Peça Teatral: Buffalo’s Show”

CONVITE para Ensaio Aberto da Peça Teatral: Buffalo’s Show

Buffalo's Show - Folgazões

VOCÊ!

É, você mesmo que sempre se perguntou como funciona a montagem de uma peça teatral.  FIQUE SABENDO que aqui na CENA vai rolar ensaio aberto da nova peça da FOLGAZÕES Companhia de Artes Cênicas e você terá a oportunidade de acompanhar de perto o processo de produção e ainda  tirar suas dúvidas durante o bate-papo que vai rolar com os atores, diretora e equipe ao final da apresentação. MARAVILHA! Né?

Vai ser neste sábado (06/04/19) às 18h com entrada gratuita. Chama os amigos, a família, os cachorros, o periquito, o papagaio (a parte dos bichinhos é brincadeira, hein!) e venha ser transportado para o estado de Iowa, Estados Unidos da América, entre os séculos XIX e XX. O fantástico universo de Buffalo’s Show.

A seguir, alguns detalhes técnicos sobre a produção para você já ir se ambientando e preparando seu caderninho de perguntas.

Sinopse

Buffalo’s Show apresenta o lendário caçador de búfalos e criador dos shows de Velho Oeste, Buffalo Bill, envelhecido e esquecido em sua casa, até que a visita de um antigo conhecido permite o ressurgimento desse grande mito.

Gênero: Tragicomédia

Classificação: Livre

Ficha Técnica:

Texto: Duílio Kuster Cid
Direção: Nieve Mattos
Elenco:
-Leonardo Magalhães – Buffalo Bill
-Duílio Kuster – Zaharoff
-Lorena Lima – Cabocla
Cenário, figurinos e design gráfico: Leonardo Magalhães
Confecção dos figurinos: Regina Schmitt
Criação e operação de luz: André Stefson
Direção musical, sonoplastia e execução de trilha sonora: Dori Santana
Produção: Folgazões Artes Cênicas
Apoio: Secretaria de Cultura do Estado do Espírito Santo – Secult, recursos do Funcultura 2018.


Gostaria de fazer parte da CENA Escola de Atores Teatro e Cinema? Clique no botão abaixo e preencha a ficha de interesse. Assim que novas turmas forem abertas, você será avisado(a).

0 comments on “Início da Nova Turma de Prática e Montagem Teatral na Cena”

Início da Nova Turma de Prática e Montagem Teatral na Cena

Alunos e professores da segunda turma da oficina EM CENA TEATRO (2019) – Da esquerda para direita de pé: Emerson, Liandra, Luiz, Igor, Oswaldo, Marcelo, Tatiana, Foca (Professor), Hiáscara. Deitados: Brenda (Professora), Alex e Marco (Professor).


Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça é a nova turma da CENA que chega enchendo o palco com raça.

No último sábado, dia 09, teve início a nossa segunda turma da oficina Em Cena Teatro – Prática e Montagem. O corpo docente da CENA teve a feliz surpresa de encontrar um grupo mega talentoso e heterogêneo. Dentre os aprendizes temos profissionais publicitários, cerimonialista, economista, engenheiro, professora e estudantes. Uma diversidade de experiências, biotipos e sonhos que se juntaram para aprender sobre interpretação e como montar um espetáculo cênico do começo ao fim.

Porque sonho que se sonha só é só um sonho que se sonha só, mas sonho que se sonha junto – ah, meu amigo! – é realidade. E já no primeiro encontro, essa trupe se entregou de corpo e alma aos jogos teatrais e demonstrou que não está aqui só para sonhar, mas também para realizar. O profissionalismo que a prática exige já pode ser sentido desde os primeiros exercícios, nos quais todos se mostraram dispostos e atentos a tudo que estava sendo proposto. Nas cenas de improvisação tivemos: dinossauros prestes a serem atingidos por um meteoro; mãe e filho brigando no cinema; bafão de ciúmes no ônibus; e para não dizer que só falamos de “flores”, houve briga política na sauna; professor tendo de lidar com assédio em sala de aula; e até criança tentando superar o medo de palhaço. A criatividade definitivamente não encontrou limites para esse grupo.

Teatro é isso! Uma mistura gostosa de imaginação, disposição, suor e lágrimas. Sejam de alegria ou de tristeza, todos os sentimentos têm sua vez na representação de cada artista que se forma em nosso palco.

E você? Também gostaria de colocar seu potencial à prova? Anseia por  brilhar nos palcos da vida? Sempre teve curiosidade de saber como é fazer teatro? Ou quer somente dominar sua timidez?

Aproveita que as inscrições para esta turma ainda estão abertas até o dia 23 de março. Enquanto as águas de março não fecharem o verão a promessa de vida está em nossos corações. Ainda dá tempo de fazer parte deste maravilhoso grupo – “Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”.

Você é protagonista da sua vida. Entre em cena.

#vempraCENA

Ficou interessado(a)? Preencha o formulário de espera abaixo que assim que abrirem novas vagas nós entraremos em contato.


Referências musicais usadas no texto:

Garota de Ipanema – Tom Jobim
Prelúdio – Raul Seixas
Águas de Março – Tom Jobim
Pra não dizer que não falei das flores – Geraldo Vandré

0 comments on “NESSA RUA estreia em dezembro”

NESSA RUA estreia em dezembro

Dias 1 e 2 de dezembro, no teatro Folgazões, estreia NESSA RUA. O texto é de autoria da escritora e dramaturga Lorena Lima, que baseada em seu livro Os Irmãos de Papel, lançado em 2015, recriou essa história. Lorena também assume a direção do espetáculo NESSA RUA, que é a conclusão da primeira turma do curso EM CENA TEATRO – Prática e Montagem Teatral, da CENA Escola de Atores – Teatro e Cinema. O elenco de alunos, é formado por Heloise Desirée, Iáscara Cotta, Emmerson Barcellos, Rafael Oliveira. O curso teve a duração de 9 meses e, nesta montagem, promove a oportunidade de levar para o exercício da cena toda a teoria e prática vivenciada por esses alunos/atores.

Lô, Rubinho, Tati e Sandro, são os personagens protagonistas dessa aventura. Quatro crianças  que escolhem a rua como ponto de encontro. O lugar em que o inesperado acontece e torna-se fonte inesgotável do imaginário infantil, que tem o poder de unir, desafiar, fortalecer, criar e reinventar histórias.

Aqui, NESSA RUA, tudo é possível e para que a magia aconteça, basta um combinado entre eles – regra básica do brincar de acreditar, de sentir e enxergar o que somente o olhar infantil é capaz de perceber.

E o que dizer dos vizinhos dessa rua? Quem vive na casa misteriosa – gente ou bicho? O medo, a curiosidade, divergências de opiniões e os conflitos geradores de afetos, fortalecem a amizade entre eles. O exercício contínuo do respeito pelas diferenças, instaura a possibilidade da criança se resolver, de se comunicar, de rir e chorar, de ser quem de fato ela é – criança. Juntos eles vivem emoções inesquecíveis e criam situações engraçadas.

Uma coisa é certa: não sabemos o que responder quando alguém pergunta onde fica esse lugar, se dentro ou fora da cabeça dessas crianças? E você, gente grande ou criança, se pudesse escolher agora em qual rua morar, seria capaz de ficar um dia, NESSA RUA?

  • COMPRE SEU INGRESSO AQUI (clique na data desejada e será direcionado para o site de vendas on-line)


    Dia 1/12, 18h


    Dia 2/12, 18h

 

FICHA TÉCNICA

Espetáculo: NESSA RUA  
Dramaturgia e Direção:  Lorena Lima
Assistência de direção: Brenda Perim, Foca Magalhães, Marco Antônio Reis
Cenografia e Figurino: Foca Magalhães
Iluminação: Foca Magalhães e Marco Antônio Reis
Elenco: Heloise Desirée, Iáscara Cotta, Emmerson Barcellos, Rafael Oliveira
Composição de trilha sonora: Gabriel Bruno
Arranjos: Rossini e Pedro Ferna
Orientação e Supervisão de trilha Sonora: Dori Sant’ Ana
Parceria: Folgazões Artes Cênicas; Grupo Beta de Teatro; Cia Nós de Teatro; Alunos da disciplina “Composição de Trilha Sonora e Musical para Espetáculos Cênicos” do curso de Música da Faculdade de Música do Espírito Santo “Mauricio de Oliveira” (FAMES).
Realização: CENA Escolas de Atores  

 

SERVIÇO

NESSA RUA (60 min.; classificação livre)
Data: 1 e 2 de dezembro
Hora: 18h
Local: Teatro Folgazões – Rua Nestor Gomes, 168, Centro (próximo ao Palácio Anchieta)
Ingressos: R$30/R$15 – Venda antecipada: R$15
Informações: (27) 99752-2345
Parceria: Folgazões Artes Cênicas, Grupo Beta de Teatro, Cia Nós de Teatro, FAMES
Realização: CENA Escola de Atores – Teatro e Cinema

 

 

0 comments on “Aula gratuita na CENA”

Aula gratuita na CENA

A CENA Escola de Atores irá oferecer uma oportunidade para aqueles que querem conhecer um pouco do trabalho que desenvolvemos nas turmas de teatro e atividades para desenvolvimento humano.

Na segunda quarta-feira de cada mês será realizada a EXPERIÊNCIA CENA, aula experimental gratuita, para pessoas de todas as idades, com e sem experiencia ou que tenha cursado qualquer atividade teatral. Serão trabalhados jogos teatrais e improvisações que resultarão numa cena que será apresentada ao final do encontro.

Para participar basta preencher o formulário de inscrição on-line e se preparar para entrar em cena.

Inscrição EXPERIÊNCIA CENA, aqui.

2 comments on “Entre a literatura e o teatro”

Entre a literatura e o teatro

A artista Lorena Lima, que também é escritora e profissional residente na Cena Escola de Atores, está em fase de produção de mais dois livros. Desde que lançou em 2014 a sua primeira obra literária infantojuvenil “A Menina Cão”, que em 2016 virou espetáculo teatral – ambos aprovados pela Secretaria de Cultura do Estado do Espírito Santo, nunca mais parou de escrever. Atualmente ela dedica-se a finalização da escrita de um romance autoficcional para adolescentes, intitulado “Acho Que Te Conheço de Algum Lugar” – e que já vem trabalhando nele ao longo de três anos, além do seu primeiro livro de contos ficcionais e autoficcionais, cujo nome “Só Conto Pra Elas”, é dedicados as mulheres. A autora, que também é atriz, costuma brincar ao falar de sua escrita.

– “Eu gosto de colocar figurino nas palavras” – ela assume que escreve conectada na cena, seja pensando no teatro ou no cinema.
– “As frases se transformam em ação, e muitas vezes me pego como se estivesse dando uma fala, quando estou escrevendo. É fundamental que eu me divirta, me emocione. Caso contrário, apago tudo.”

Como dramaturga, a escritora está afinando o seu novo texto, baseado em sua segunda obra literária infantojuvenil “Os Irmãos de Papel”, lançado em 2016, e também aprovado pela Secretaria de Cultura do Estado do Espírito Santo. Lorena fez uma proposta de direção coletiva para a montagem do espetáculo – que provavelmente terá um outro título. Para isso ela conta com a parceria de Foca Magalhães – ator Folgazões e diretor da Cena Escola de Atores e Duilio Kuster, também ator da Folgazões, dos artistas Edson Ferreira, Dori Sant´Ana e Thiago Mozer. Ela também estará em cena nesse espetáculo, e por esse motivo optou pela direção coletiva. Além desse, a dramaturga também está com um espetáculo no forno – ou melhor, no fogo, chamado “Café às Quatro”. Para a direção dessa montagem, Lorena convidou a atriz e dramaturga Alexsandra Bertoli do Grupo Z de Teatro/ES, e vários outros artistas do Estado do Espírito Santo para compor a equipe. Nessa montagem, Lorena estará em cena, fazendo parte do elenco dentro do Grupo Beta de Teatro – do qual é fundadora, atriz e diretora há mais de dez anos.